MODOS

Criada pelo Grupo de Pesquisa MODOS - História da Arte: modos de ver, exibir e compreender, a revista MODOS objetiva publicar textos que visam discutir a produção artística, crítica e historiográfica dedicada às artes visuais em suas várias dimensões, dando ênfase aos lugares de exibição, à circulação, às coleções e às narrativas que instituem como percebemos, interpretamos e divulgamos a produção artística e o objeto de arte. MODOS está vinculada a seis Programas de pós-graduação em Artes/Artes Visuais (UNICAMP, UFRJ, UnB, UFRGS, UFBA e UERJ). A revista aceita artigos (em português, espanhol e inglês), traduções, entrevistas e resenhas de livre tema, bem como textos para dossiês temáticos, organizados por pesquisadores convidados pela Comissão Editorial ou pelos Editores.

Created by Research Group MODOS – Art History: modes of seeing, exhibiting and understanding, MODOS Art Journal aims to publish texts that discuss artistic, critical and historiographical work focused on the visual arts in its various dimensions, highlighting the exhibition venues, circulation, collections and narratives that establish how we view, interpret and promote art and the art object. MODOS Art Journal brings together researchers from six Brazilian public universities (UNICAMP, UFRJ, UnB, UFBA, UERJ and UFRGS), engaged in their respective graduate programs. It will accept articles (in portuguese, spanish and english), translations, interviews and reviews, as well as texts for thematic dossiers, organized by researchers invited by the Editorial Board or by the Editors.

Créée par le Groupe de Recherche MODOS - Histoire de l'art: des manières de voir, d'exposer et de comprendre, la revue MODOS  publie des textes qui analysent la production artistique, critique et historiographique dédiée aux arts visuels dans ses diverses dimensions. Notre intérêt  porte en particulier sur les lieux d'exposition, la circulation, les collections et les récits établissant la façon dont nous percevons, interprétons et diffusons la production artistique et l'objet d'art. MODOS est liée à six programmes d'études doctorales en arts / arts visuels (UNICAMP, UFRJ, UNB, UFRGS, UERJ et UFBA). La revue accepte des articles (en portugais, espagnol et anglais), ainsi que des traductions, des entrevues et des comptes rendus sur des thèmes libres, ou des textes pour les dossiers thématiques organisés par des chercheurs invités par les éditeurs ou par le comité éditorial.

Creada por el Grupo de Pesquisa MODOS - Historia del Arte: modos de ver, exhibir y comprender, la revista MODOS publica textos que tienen como objetivo el discutir la producción artística, crítica e historiográfica dedicada a las artes visuales en sus varias dimensiones, dando énfasis a los lugares de exhibición, a la circulación, a las colecciones y a las narrativas que instituyen  como percibimos, interpretamos y divulgamos la producción  artística y el objeto de arte.MODOS está vinculada a seis Programas de post-graduación en Artes/Artes Visuales  (UNICAMP, UFRJ, UnB, UFRGS, UERJ y UFBA). La revista acepta artículos (en portugués, español e inglés), traducciones, entrevistas y reseñas de libre tema, bien como textos para dosieres temáticos, organizados por pesquisadores convidados por la Comisión Editorial  o por los Editores.


    


ISSN: 2526-2963

Notícias

 

Chamada para dossiê – Call for Papers

 

Emergência da imagem crítica

O enunciado central – a emergência da imagem – desvela algo da discussão que propomos para este dossiê: aparição que se eleva como sintoma; visibilidade que se manifesta com urgência. Situando nosso interesse primeiro pela imagem no âmbito artístico, pretendemos interrogar sobre sua potência, sua sacralidade, sua tipologia, seu poder manipulador, seus ritmos, sua pedagogia, sua história, seu poder de figurar. Nossa época necessita de uma abordagem crítica e transdisciplinar da imagem, visto que sua relevância ultrapassa as artes, afetando igualmente a antropologia, a história da arte, a cultura visual, a sociologia, a religião. A imagem povoa o cotidiano das pessoas. O destino das imagens parece estar sob a luz dos holofotes no século XXI, não somente pelo fator tecnológico, mas também pela inserção e influência das imagens em diversas zonas de interesse, de práticas e saberes. Acreditamos que as imagens ainda estão à espera de suportes, à espera de que possamos qualificá-las, demonstrar suas possibilidades e contradições. Convivemos com muitas imagens, mas ainda nos faltam aquelas cuja intensidade dialética permitiriam fomentar novas densidades para o pensamento visual e a construção de uma visibilidade crítica que possa contribuir com os ritmos da percepção no novo milênio.

Prazo de submissão: 30 de outubro de 2018.

 

The emergence of the critical image

The central statement - the emergence of the image - unveils something about the discussion that we have proposed for this dossier: appearance that raises itself as a symptom; visibility that manifests itself urgently. Positioning our primary interest in the image within the artistic realm, we intend to interrogate its potency, its sacredness, its typology, its manipulating power, its rhythms, its pedagogy, its history, its power to represent. The present time requires a critical and transdisciplinary approach to the image, since its relevance goes beyond the arts, affecting also anthropology, art history, visual culture, sociology and religion. The image inhabits peoples’ daily lives. The fate of images seems to be under the spotlight in the 21st century, not only due to technology, but also because of the insertion and influence of images in diverse fields of interest, of practices and knowledge. We believe that images are still waiting for a medium, for us to qualify them, to demonstrate their possibilities and contradictions. We are surrounded by many images, but we still lack those whose dialectical intensity would allow us to foster new densities for visual thinking and the construction of a critical visibility that can contribute to the rhythms of perception in the new millennium.

Submission deadline: October 30, 2018.

Organização: Luiz Cláudio da Costa (Universidade do Estado do Rio de Janeiro); Patricia Franca-Huchet (Universidade Federal de Minas Gerais).

 
Publicado: 2018-06-03
 

Chamada para dossiê – Call for Papers

 

O artista em representação: imagens de artistas através da História da Arte

Quais são as representações da figura do artista e como se transformaram ao longo do tempo? Intelectuais ou artesãos, mártires ou demônios, ingênuos ou revolucionários, loucos ou filósofos? Possivelmente, artistas foram e ainda são personagens em que várias camadas de interpretação coexistem e se misturam. Neste dossiê para a revista Modos, propomos o tema “o artista em representação”, tomando de empréstimo o título da exemplar publicação organizada por Alain Bonnet (L’artiste en représentation: images des artistes dans l'art du XIXe siècle, 2012), com o objetivo de indagar a respeito das construções históricas da imagem do artista, trazendo a reflexão para o contexto brasileiro e latino-americano, do passado e do presente. O tema, explorado na literatura artística de língua francesa e inglesa, adquire pertinência especial nesse universo geográfico específico, marcado pelas distinções sociais relativas ao trabalho manual e à formação tardia do meio de arte no sentido moderno, após a formação das academias e de um sistema de promoção artística através de exposições e do mercado de arte. Os modos como compreendemos essa figura na história da arte resultam dos discursos visuais e textuais construídos sobre ela. Suas representações estão presentes em retratos e autorretratos, esculturas, pinturas e gravuras. Ela também é construída através da crítica artística, na imprensa, na caricatura, em peças de literatura, em biografias ou autobiografias. De textos de autopromoção a obras cinematográficas, nos interessam todas as formas de representação da figura do artista, visuais e textuais. Nosso arco temporal é amplo, são bem-vindas reflexões sobre o/a artista em locais e períodos históricos diversos, incluindo a contemporaneidade, com ênfase no contexto brasileiro e latino-americano, sem dispensar perspectivas comparadas. Nosso ponto de partida é a seguinte questão: De que modos as transformações da percepção sobre os / as artistas e suas significações (sociais, culturais, simbólicas e políticas) marcaram as escritas da história da arte? 

Prazo de submissão: 30 de janeiro de 2019.


The Artist in Representation: Images of Artists through the History of Art

What are the representations of the artist's figure and how have they evolved through time? Intellectuals or artisans, martyrs or demons, naïfs or revolutionaries, madmen or philosophers? Possibly, artists have been and still are characters in which several layers of interpretation coexist and blend. In this dossier for Modos, we propose the theme "The Artist in representation", borrowing the title of the exemplary publication organized by Alain Bonnet (L'artiste en réprésentation: images des artistes dans l'art du XIXe siècle, 2012). We propose investigating the historical constructions of the artist's image, bringing the reflection to the context in Latin America, from past and present. The theme, explored in the French and English literature, acquires special relevance in this specific geographic universe, marked by the social distinctions related to manual work and the relatively late establishment of a modern art system in the Continent, after the creation of the art academies and of a practice of artistic promotion through exhibitions and the art market. The ways in which we understand the artist in the history of art are the result of the visual and textual discourses built upon it. His or hers representations are present in portraits and self-portraits, sculptures, paintings and engravings. They are also built through artistic criticism, the press, caricature, literature, biographies or autobiographies. From self-promoting texts to cinematographic works, we are interested in all forms of representation of the artist's figure, both visual and textual. Our temporal arc is broad, open to reflections on the artist’s image in diverse historical places and periods, including the contemporaneity. We specially welcome proposals addressing the Brazilian and Latin American contexts, and we encourage comparative perspectives. Our starting point is the following question: In what ways have the changes of perception about artists and their social, cultural, symbolic and political roles marked the writings of art history?

 

Submission deadline: January 30, 2018.

 

Organização: Ana Cavalcanti (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e Fernanda Pitta (Pinacoteca de São Paulo).

 
Publicado: 2018-06-03
 
Outras notícias...