Entre o ritual e a cena: limites e mutações

Ana Caldas Lewinsohn

Resumo


Ritual e Cena. Existe mesmo um limiar entre essas duas formas de expressão? Supondo uma resposta afirmativa, quais seriam os elementos responsáveis por diferenciá-las?
Desde as primeiras manifestações das Artes Cênicas de que temos notícia até hoje, podemos verificar a existência de suas relações intrínsecas com rituais. Porém, na cultura ocidental, o senso comum afirma que o teatro nasceu nos  ritos dionisíacos da Grécia.

Palavras-chave


Cavalo Marinho; Ritual; Cena; Cultura Popular.

Texto completo:

PDF

Referências


ACSELRAD, Maria. Viva Pareia! A arte da brincadeira ou a beleza da safadeza: uma abordagem antropológica da estética do Cavalo Marinho. Dissertação de Mestrado em Antropologia, Rio de Janeiro: UFRJ/IFCS, 2002.

BERTHOLD, Margot. História Mundial do Teatro. São Paulo: Ed. Perspectiva, 2000.

MURPHY, John. Performing a moral vision: an ethnography of Cavalo Marinho, a Brazilian musical drama. Tese de Doutorado em Etnomusicologia, New York: Columbia University, 1994.

_____________. Cavalo-Marinho, a regional Variant of the Traditional Bumba-meu-boi in Pernambuco, Brazil. Texas, 2006. (No prelo).

OLIVEIRA, Joana Abreu. Contribuições da performance dos folguedos populares para os processos de formação do ator. Manuscrito cedido pela autora. Brasília: 2006.

Anotações de palestras e aulas:

NAVAS, Cássia. Disciplina: "Dança, escrita e dramaturgia" do Programa de Pós Graduação do Instituto de Artes da Unicamp. Minhas anotações, 2006.

PRADO, Adélia. Palestra "Bagagem" no FLIP (Festa Literária Internacional de Parati). 13 de agosto de 2006. Minhas anotações.

Páginas da internet

SUASSUNA, Ariano. Conferência “Brasilidade e Latinidade”no Interculturalidades - 3º Encontro de Culturas no Centro de Artes da UFF, Niterói. 25 de outubro de 2005. URL: http://www.fazendomedia.com/novas/cultura281005.htm


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio