Análise, transcriação e composição de canções para Esta Noite Mãe Coragem

Maurilio Andrade Rocha

Resumo


Em 2006, a Cia. Teatral ZAP 18 foi contemplada com o Prêmio Myriam Muniz de Teatro, concedido pela FUNARTE, para encenar sua versão da peça “Mãe Coragem e seus filhos” de Bertolt Brecht. O grupo apresenta uma trajetória de mais de vinte e cinco anos, cinco dos quais sediado na periferia de Belo Horizonte, privilegiando não só a produção artística, mas igualmente a formação de atores e a retomada do caráter político do fazer teatral. Cida Falabella, uma das fundadoras da Companhia e diretora da montagem, convidou-me para apresentar possibilidades para o uso de canções no novo espetáculo, que recebeu o nome de Esta Noite Mãe Coragem.
O caminho escolhido pelo grupo foi o de basear-se no texto original para refletir sobre a atual realidade brasileira, trazendo à tona a evidente correspondência da Guerra dos Trinta Anos, período em que transcorre o enredo original, com a guerra do tráfico e com a atual violência urbana que vem assumindo contornos assombrosos em nosso país. Além do espetáculo, o processo de montagem gerou inquietações profundas em todos os envolvidos, no que concerne à realidade social em que vivemos. Neste artigo, porém, me limitarei a relatar aspectos do processo de trabalho para a transcriação e a criação de novas canções para a montagem, descrevendo os diálogos abertos entre o trabalho de Brecht, a montagem do grupo e algumas vertentes da música popular brasileira

Palavras-chave


Música teatral; Bertolt Brecht; Transcriação musical.

Texto completo:

PDF

Referências


BRECHT, Bertolt. Bertolt Brecht - Teatro completo. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001.

EWEN, Frederic. Bertolt Brecht: sua vida, sua arte e seu tempo. São Paulo: Globo, 1991.

PEREIRA, Cristina Monteiro de Castro. Transcriação: a tradução em jogo. In: CONGRESSO NACIONAL DE LINGÜÍSTICA E FILOLOGIA, 08, 2004, Rio de Janeiro. Cadernos do CNLF, série VIII, n.06. Rio de Janeiro: CIFEFIL, 2004. Disponível em: . Acesso em 08 março 2007.

ROUBINE, Jean-Jacques. A linguagem da encenação teatral. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio