ENTRE A CENA E O JANTAR, UMA PERSONAGEM EM TR NSITO: L. RECEBE E J. ENCENA

Jacyan Castilho de Oliveira

Resumo


Entre os anos de 2013 e 2016 teve lugar na cidade de Salvador, Bahia, o projeto “Um piano, o bolero e a galinha”, que reunia três artistas em performances-solo, todas atreladas de alguma forma a uma experiência gastronômica. Uma destas cenas, intitulada “L. recebe”, de autoria da atriz Jacyan Castilho, era organizada em torno de um jantar de lugares marcados oferecido a um público de vinte pessoas. O mote inicial para a cena foi o livro “À mesa do jantar”, autobiografia da Sra. Laurita Mourão, personagem real, socialite carioca octogenária e filha do Gen. Olympio Mourão Filho, um dos artífices do golpe de 1964. Neste evento ao mesmo tempo social e cênico, a experiência gastronômica era suporte para a junção de memórias da personagem (onde sobressaem referências a passagens recentes da história brasileira), às memórias pessoais da atriz. Tal narrativa entre ficção e realidade operava no cruzamento entre o texto dramatúrgico e o improviso, abarcando, em atitude performativa, a relação da atriz com o público, o ambiente e até a comida. A metodologia usada aqui é o resumo crítico de tal evento. O resultado desta observação é verificar que se dava a cada noite a constituição de um ser cambiante entre as subjetividades da atuante e da personagem, suscitando o que Féral (2015) e Sarrazac (2011) chamaram de “personagem em trânsito”.

Palavras-chave


Encenação; Gastronomia; Memória.

Texto completo:

PDF

Referências


BRECHT, Bertold. Estudos sobre teatro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1978.

FÉRAL, Josette. Por uma poética da performatividade. In Sala Preta, Revista de Artes Cênicas. Nº 8. São Paulo: PPG em Artes Cênicas - ECA/USP, 2009, p. 197-210.

MOURÃO, Laurita. À mesa do jantar. 2ª ed. Rio de Janeiro: Nórdica, 1979.

____. Adeus, mãe, a gente se fala. Rio de Janeiro: Record, 1984.

PAVIS, Patrice. Dicionário de Teatro. São Paulo: Perspectiva, 1999.

SARRAZAC, Jean-Pierre. O futuro do drama: escritas dramáticas contemporâneas. Porto: Campo das Letras, 2002.

____. Poétique du drame moderne: De Henrik Ibsen a BernardMarie Koltès. Paris: Seuil, 2012.

SZONDI, Peter. Teoria do drama moderno [1880-1950]. São Paulo: Cosac & Naify, 2001.

SILVA, Alexandra Moreira. As possibilidades do drama. In: Manual de Leitura. Porto: TNSJ, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio