Cruor Arte Contemporânea: Reverberações Contraculturalistas na Cena Pós-dramática Brasileira

Felipe Henrique Monteiro Oliveira, Betti Grebler

Resumo


O presente trabalho tem como proposta refletir sobre os processos criativos da coligação Cruor Arte Contemporânea, coordenada pela Profa. Dra. Nara Salles na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Brasil), a qual é composta por performers brasileiros com e sem corpos diferenciados. Trabalhamos com as noções de processos criativos colaborativos e de instauração cênica propondo desta forma uma arte performativa, provocativa e catalisadora para novos significados a partir, principalmente, da apropriação da obra do cineasta espanhol Pedro Almodóvar e da artista plástica mexicana Frida Kahlo em interlocução com os cotidianos dos lugares, provocando estranhamentos e questionamentos, sobretudo ancorados na filosofia anarquista, nas proposições cênicas teóricas-práticas de Antonin Artaud e nas teorias do teatro pós-dramático.

Palavras-chave


Cruor Arte Contemporânea; Contracultura; Teatro Pós-Dramático; Cena Pós-dramática Brasileira.

Texto completo:

PDF

Referências


AGAMBEN, Giorgio. Nudez. Lisboa: Relógio D’Água Editores, 2010.

BANES, Sally. Greenwich Village 1963: Avant-Garde, Performance e o Corpo Efervescente. Rio de Janeiro: Rocco, 1999.

LEHMANN, Hans-Thies. Teatro pós-dramático. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

________. Esthetics of resistance, esthetics of revolt. Pitágoras 500. Campinas: v. 06, n.06, 2014.

OLIVEIRA, Felipe Henrique Monteiro. Corpos diferenciados: a criação da performance "Kahlo em mim eu e(m) Kahlo". Maceió: EDUFAL, 2013.

SALLES, Nara. Sentidos: uma instauração cênica - Processos Criativos a Partir da Poética de Antonin Artaud. Tese de Doutorado PPGAC/UFBA. 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio