Implicações da dicotomia teoria-prática para o artista formador

Alexandre José Molina, Luiz Cláudio Cajaíba, Sérgio Coelho Borges Farias

Resumo


A partir da análise de cinco cursos de Licenciatura em Dança no Brasil identificou-se, em estudo de mestrado desenvolvido no Programa de Pós-Graduação em Dança da UFBA, concluído em fevereiro de 2008, que os processos de formação configurados nos currículos destes cursos apresentavam, com recorrência, uma lógica operativa que divide teoria e prática. Na perspectiva de avanço para a atual pesquisa de doutorado, desenvolvida junto ao PPGAC/UFBA, problematiza-se aqui essa dicotomia e aponta algumas reflexões sobre suas implicações no processo de formação de professores de dança. Observa-se, contudo, que esta lógica operativa poderá se desdobrar em outras dicotomias na relação artístico formativa, tais como: a fragmentação do conhecimento, a separação entre técnica e criação e o apartamento entre fazer e pensar dança. As reflexões aqui mobilizadas são tensionadas a partir de estudos recentes sobre dança, currículo, formação em dança e educação, a exemplo de Donald Schön, Diniz-Pereira, Márcia Strazzacappa e Willian Doll-Jr.

Palavras-chave


Dança; Experiência Artística; Currículo; Formação de Professores; Teoria e prática.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Conselho Nacional de Educação/Câmara de Educação Superior.

Resolução nº 3 de 2004. Aprova as Diretrizes Curriculares Nacionais do

curso de graduação em dança e dá outras providências. Diário Oficial da

União, Brasília, 12 de março de 2004, Seção 1, p. 11.

BRZEZINSKI, Iria. Notas sobre o currículo na formação de professores: teoria

e prática. In: SERBINO, R. V. (Org.). Formação de professores. São Paulo:

Unesp. 1998. p. 161-174.

DINIZ-PEREIRA, J. E. As licenciaturas e as novas políticas educacionais

para a formação docente. Educação & Sociedade, Campinas, SP, v. 68, p.

-125, 1999.

DOLL-JR, Willian E. Currículo: uma perspectiva pós-moderna. Porto Alegre:

Artes Médicas, 1997.

GÓMEZ, Angel Pérez. O pensamento prático do professor: a formação do

professor como profissional reflexivo. In: NÓVOA, António (Org.) Os

professores e sua formação. Lisboa: Publicações Dom Quixote. 1995. p.

-114.

MOLINA, Alexandre José. (Im)pertinências curriculares nas licenciaturas

em dança no Brasil . 2008 131f. Mestrado (Mestrado em Dança) – Escola

de Dança, Universidade Federal da Bahia, Salvador.

SCHÖN, Donald A. Formar professores como profissionais reflexivos. In:

NÓVOA, António (Org.) Os professores e sua formação. Lisboa: Publicações Dom Quixote. 1995. p. 77 -92.

STRAZZACAPPA, Márcia Maria. MORANDI, Carla. Entre a arte e a

docência: a formação do artista da dança. Campinas, SP: Papirus, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio