Estado de Brincadeira: um Mar para se Mergulhar

Flávia Cristiana da Silva, Érico José Souza de Oliveira

Resumo


Este artigo se propõe a refletir sobre a possível relação entre o estado do
brincador do Cavalo Marinho (manifestação popular da Zona da Mata Norte de
Pernambuco) e o estado cênico do ator de teatro. No momento da brincadeira
do Cavalo Marinho, o brincador não representa, ele se apresenta num estado
de alerta, de precisão, numa ampliação de todo o corpo, deixando-se
contaminar, dialogar e viver o momento presente, através da experiência real e
ao mesmo tempo ficcional. Neste sentido, busca-se o ator no estado de
experimentação, de fluidez, com o corpo atento a si, ao outro e ao meio. A
intenção é pensar em elementos que possam colaborar para uma prática, que
transite ou dialogue entre esses dois universos, suscitando um possível
caminho a ser aprofundado e ampliado a partir de novas questões levantadas.
Esta pesquisa faz parte do mestrado em Artes Cênicas, realizado na UFBA e
discute elementos que compõem esse estado de brincadeira.

Texto completo:

PDF

Referências


BURNIER, Luís Otávio. A arte de ator: da técnica à representação. 2ª edição. São Paulo: Ed. da UNICAMP, 2009.

FERRACINI, Renato. O Corpo Cotidiano e o Corpo Subjétil: relações. In:

Anais do III Congresso de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas

(Memória ABRACE VII), Florianópolis, 2003.

OLIVEIRA, Érico José Souza de. A roda do mundo gira: um olhar sobre o

Cavalo Marinho Estrela de Ouro (Condado-PE). Recife: SESC, 2006.

ORLANDO, Ricardo Luis Tejado. O Estado-Brincante e o Teatro de Rua: um encontro de potências poéticas. Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC – FAPESP), UNICAMP, 2011.

TENDERINI, Helena Maria. Na Pisada do Galope – Cavalo Marinho na

fronteira traçada entre brincadeira e realidade. Dissertação de Mestrado em Antropologia – Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Federal de Pernambuco. Recife, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio