A Presença Cênica na Obra Maneries

Fernando Prado, Luiz Humberto Arantes

Resumo


O presente texto disserta sobre pistas para o entendimento do conceito de Presença
Cênica, aplicado à obra Maneries da Cia Luis Garay (Buenos Aires – ARGENTINA ) apresentada recentemente no Brasil na Bienal de Dança de Fortaleza assim como no Festival de Recife edição 2009. O artigo faz referências aos trabalhos de Grotowski e à teoria de H.H. Gumbrecht e dialoga com a cena contemporânea dentro do eixo temático proposto.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Joana Dória de. Jan Fabre e a Construção de um Teatro Híbrido, in Sala Preta, 07. 2007.

ARISTOTELES. Metafísica. Brasília: Editora da UNB, 1985.

FISCHER-LICHTE, Érika. A Cultura como Performance: Desenvolver um Conceito, in Sinais de Cena no 4. 2005.

PAVIS, Patrice. A Análise dos Espetáculos. São Paulo: Perspectiva. 2003.

PLÁ, Daniel Reis. A Presença do Ator: Consciência e Fluxo, in Cadernos de Graduação da Unicamp. 2007.

PLAZA, Julio. Arte, Ciência, Pesquisa: Relações, Revista Trilhas, Campinas. n2. 1997.

ROMANO, Lúcia. O Teatro do Corpo Manifesto: Teatro Físico. São Paulo: Fapesp, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio