Corpo, Dança e Memória: territórios convergentes

Karenine de Oliveira Porpino

Resumo


A pesquisa investiga as relações entre corpo, dança e memória no contexto da
experiência de bailarinos. A partir de uma abordagem fenomenológica, compreende a
evocação da memória como experiência que pode ser tomada como via de mão dupla entre o corpo e a dança. Nessa perspectiva, considera a memória como matéria prima para a dança e esta como desencadeadora de formas diversas de perceber o corpo. Os sujeitos
investigados são bailarinos da Gaya Dança Contemporânea, projeto de extensão da UFRN,
que vem investindo nos processos de criação em dança a partir do repertório gestual de
seus componentes. A investigação pretende contribuir com as reflexões em torno do corpo e
da dança, tendo a memória como dimensão estética.

Texto completo:

PDF

Referências


CHAUÍ, Marilena. Experiência do pensamento: ensaios sobre a obra de Merleau-Ponty. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

LE BRETON, David. As paixões ordinárias: antropologia das emoções. Trad. Luís Alberto Salton Peretti. Petrópolis: Vozes, 2009.

MACIEL, Maria Esther. A memória das coisas: ensaios de literatura, cinema e artes plásticas. Rio de Janeiro: Lamparina Editora, 2004.

MERLEAU-PONTY, M. A prosa do mundo. São Paulo: Cosac & Naify, 2002.

_____. Fenomenologia da percepção. Trad. Carlos Alberto Ribeiro de Moura. Rio de Janeiro: Martins Fontes, 1994.

PORPINO, K. O. Dança é educação: interfaces entre corporeidade e estética. Natal: Editora da UFRN, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio