A interatividade de diferentes mídias em cena: uma análise de composições que enfatizam a presença do designer de cena na sala de ensaio

Vanessa Corso Bressan, Marcia Berselli

Resumo


Este estudo constitui parte de uma investigação em desenvolvimento no campo dos estudos dos processos de criação cênica. O centro de gravidade do estudo está na análise da interação entre as diferentes mídias presentes em composições cênicas, destacando-se a presença do design de cena enquanto função propositora no processo criativo. A pesquisa tem caráter teórico-prático, articulando a experimentação em sala de ensaio, que opta por trabalhar com estratégias de criação que potencializam o modo colaborativo, aos estudos teóricos. No momento atual da pesquisa, a partir do repertório criativo do coletivo que desenvolve as composições, nota-se que ter os elementos de design de cena disponíveis durante a criação possibilita ao designer gerar estímulos aos demais colaboradores e às outras funções, potencializando, assim, os sentidos, manifestações e discursos criados. Através da prática considera-se que, nesse processo específico, uma função não tem maior ou menor valor sobre outra, elas têm importâncias pares. Por fim, reforça-se que a presença das variadas funções da cena amplia as possibilidades do trabalho composicional.


Palavras-chave


Design de cena. Mídias. Processo criativo. Composição.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Antônio. O processo colaborativo como modo de criação. Revista Olhares, São Paulo, n. 01, p. 46-51, 2009.

BERSELLI, Marcia. Desafios da diferença: possibilidades de uma cena inclusiva a partir das relações estabelecidas entre os colaboradores no processo de criação – uma análise da estratégia de criação Cycles Repère. Anais X Congresso da ABRACE, v. 19, n. 1, 2018.

BERSELLI, Marcia; BRESSAN, Vanessa C.; TIEPPO, Juliana G. & SOLDERA, Natália P. Processo colaborativo e a busca pela horizontalidade das relações entre as funções da cena: procedimentos, práticas e estratégias de criação. Conceição|Conception, V. 7, n. 2, p. 90-115, 2018.

BRESSAN, Vanessa Corso; BERSELLI, Marcia. Processos formativos em teatro: estratégias de criação mobilizando o trânsito da atenção no processo criativo. Revista da FUNDARTE, Montenegro, ano 19, nº 38, p.46-62, abril/junho de 2019.

DUBATTI, Jorge. O teatro dos mortos: introdução a uma filosofia do teatro. São Paulo: Edições Sesc SP, 2017. Arquivo Kindle.

ISAACSSON, Marta. Cena multimídia, poéticas tecnológicas e efeitos intermediais. In: PEREIRA, A., ISAACSSON, M. e TORRES, W. L. (Org.). Cena, corpo e dramaturgia: entre tradição e contemporaneidade. Rio de Janeiro: Pão e Rosas, p. 85 – 99, 2012.

TIEPPO, Juliana G.; BERSELLI, Marcia. Limites e exigências da colaboração artística horizontal: um olhar sobre o jogo e a encenadora no processo colaborativo. OuvirOuver, Uberlândia, V. 15, n. 2, 2019. Prelo.

SOLDERA, Natália P. As imagens digitais como matriz poética da composição cênica. Conceição/Conception, [S.l.], v. 4, n. 2, p. 89-99, dez. 2015.

WORTH, Libby; POYNOR, Helen. Anna Halprin. London & New York: Routledge. 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Apoio