‘Entre’ fronteiras - dança, teatro e contação de histórias: espaços de reinvenção, in e subversão

Valéria Maria Chaves de Figueiredo, Alexandre Donizzeti Ferreira

Resumo


O universo das histórias permeia a formação intelectual, imagética, social e cultural de uma sociedade. Os contos de fada, as canções infantis, as brincadeiras cantadas são expressões que permitem ao ser humano abstrair-se de seu mundo concreto, mas tem regras e organizações peculiares. São por vezes, pautadas em fatos inventados ou em pequenas verdades do cotidiano, e na mistura destes, criam-se ambientes que possibilitam lugares de investigação e criação. Escolheu-se o caminho híbrido entre dança, teatro e a arte de contar histórias para a composição do espetáculo Maria Grampinho. Esse é uma historia verídica de uma mulher negra que viveu em Goiás Velho e era acolhida por algumas pessoas, dentre elas a poetiza Cora Coralina. O espetáculo se baseia no conto “O que tem na trouxa de Maria?”, da autora goiana Diane Valdez. Utilizamos como referência a ideia de bricolagem, ou seja, uma capacidade de detonar novas conjugações, deslocando partes, mudando lugares, destituído tempos e construindo novos saberes.Discutimos sobre o processo de criação e as relações educativas que surgem dos processos colaborativos e de interação humana.


Palavras-chave


Dança. Contação de historias. Processos de criação.

Texto completo:

PDF

Referências


ARDUINI, J. Destinação antropológica. São Paulo: Paulinas. 1989.

ARISTÓTELES. A arte poética. Coleção A obra-prima de cada autor. vol.151. Ed. Martin Claret. 2003.

FERREIRA, A. Intérprete-criador na dança contemporânea: um corpo polissêmico e co-autor. Anais do II Congresso Nacional de Pesquisadores em Dança – ANDA. Comitê Produção de Discurso Crítico sobre Dança, julho, 2012.

IANNITELLI, L. M. Coreografia: uma pedagogia dialógica centrada no aluno e em seu processo criativo. UFBA. Congresso da Daci – Novembro/1999.

SETENTA, J. O fazer-dizer do corpo. Salvador: Ed. UFBA. 2008.

MERLEAU-PONTY, M. A fenomenologia da percepção. Rio de Janeiro: MartinsFontes, 2006.

NITZSCHE, F. Gaia ciência. São Paulo: Companhia de Bolso, 2012.

NITZSCHE, F. O nascimento da tragédia. São Paulo: Companhia de Bolso, 2007.

NOVAES, Adauto et al. O olhar. São Paulo: Companhia das Letras, 1988.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Apoio