A carpintaria dramatúrgica em De onde vem o verão pelo viés da montagem cinematográfica

Igor Fernando de Jesus Nascimento

Resumo


Resumo: Utilizando o conceito de “Espaçamento do Texto” de Sarrazac (1981) esse artigo propõe uma leitura da peça De onde vem o verão, de Carlos Alberto Soffredini (2017), a partir da carpintaria do texto, ou seja, da fragmentação das cenas e de seus elementos internos (rubrica, réplica, descrição de personagem etc.) utilizando como baliza o conceito de montagem intelectual cunhado por Eisenstein.

Palavras-chave: dramaturgia textual; montagem cinematográfica; Soffredini.


Texto completo:

PDF