Arquivo 17: um experimento de temporalidade feminista sob um olhar situado

Fernanda Grigolin - Universidade Estadual de Campinas

Resumo


O presente artigo visa a apresentar a exposição Arquivo 17 como um experimento feminista dentro do que se denomina arte contemporânea. Pesquisas feministas sobre arte e visualidade, como termos concebidos por Giovana Zapperi (temporalidade feminista) e Donna Haraway (conhecimento situado), estão em diálogo com a narradora do arquivo proposto: A mulher do canto esquerdo do quadro.


Palavras-chave


Arquivo; Feminismo; Arte contemporânea.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24978/mod.v2i3.2456

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 MODOS

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Sem derivações 4.0 Internacional.