A Modern, American Courbet: Roy Lichtenstein’s European Rise to Fame, 1963-1966

Catherine Dossin - Purdue University

Resumo


Partindo do sucesso de Roy Lichtenstein na Europa, meu artigo descreve como seu trabalho chegou na Europa ocidental durante a crise da abstração em 1963 (Crisis of Abstract), quando os europeus estavam voltando sua atenção para um novo Realismo. O artigo demonstra que eles apreciaram o engajamento do artista com a realidade contemporânea. Ademais, as imagens populares de Lichtenstein, sua paleta colorida e seu estilo mecanizado pareceram-lhes um reflexo da civilização americana, cuja influência estava em seu ápice na Europa. Eles o viram como um Courbet moderno e americano. Seu sucesso foi portanto menos “o triunfo da arte americana” do que o triunfo de uma ideia europeia sobre os Estados Unidos.


Palavras-chave


Roy Lichtenstein; Arte Popular; Arte Americana; Realismo; Transferencia Cultural.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.24978/mod.v1i1.732

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 MODOS