Música Popular em Revista

Música Popular em Revista (MPR) é uma publicação eletrônica, semestral, de circulação gratuita, vinculada aos Programas de Pós-Graduação em Música do Instituto de Artes da UNICAMP e do Centro de Letras e Artes da UNIRIO.

A MPR divulga artigos originais de estudiosos ligados a disciplinas distintas do campo das humanidades como musicologia, etnomusicologia, história, sociologia, antropologia, filosofia, linguística, letras e comunicação. Além de artigos, este periódico aceita outros tipos de contribuições como resenhas, entrevistas e partituras cujos conteúdos sejam compatíveis com a sua temática.

O objetivo desta publicação é se constituir num espaço destinado a estimular o debate intelectual e o intercâmbio de experiências entre pesquisadores de diversas áreas do conhecimento que elegem a música popular como objeto de estudo. Desse modo, pretende-se contribuir para a consolidação de um novo campo acadêmico, de cunho multidisciplinar, que vem se formando nas últimas décadas, cuja finalidade é aprofundar a investigação sobre a música popular, um objeto que, devido à sua complexidade e ao seu caráter multidimensional, exige abordagens ancoradas em referenciais teóricos e metodológicos construídos a partir de várias epistemologias.


Notícias

 

Dossiê “Música popular nordestina e mercado (1950-2010)”

 
Em nome do corpo editorial da Música Popular em Revista (MPR) – publicação eletrônica, semestral, de circulação gratuita, vinculada aos Programas de Pós-Graduação em Música do Instituto de Artes da UNICAMP e do Centro de Letras e Artes da UNIRIO, convocamos todos interessados a submeter artigos que farão parte do Dossiê “Música popular nordestina e mercado (1950-2010)”, ano 6, volume 1. Através do tema, pretende-se refletir sobre as dimensões estética, política, econômica e histórico-social da música nordestina mediada pela indústria fonográfica e pelas novas mídias de divulgação. Serão aceitos artigos dentro da temática geral, em especial textos que discutam aspectos técnico-musicais internos às gravações, levando em consideração seu contexto de produção; problematizações que questionem a ideia dos múltiplos sentidos assumidos pela música popular nordestina ao longo do tempo; especificidades técnico-musicais (arranjo, interpretação, melodia, harmonia, ritmo e tecnologia) como mediação simbólica de identidade e ideologia.

O Dossiê está previsto para ser lançado em julho de 2019, de modo que os artigos deverão ser submetidos até 30 de junho de 2019.

Eduardo de Lima Visconti (Doutor em Música, professor do Departamento de Música da UFPE/Recife e do Programa de Pós-graduação em Música da UFPE (PPGM-UFPE)).

Gustavo Alves Alonso Ferreira (Doutor em História, professor do Departamento de Comunicação da UFPE/Caruaru e do PPGM-UFPE).

Organizadores do Dossiê  “Música popular nordestina e mercado (1950-2010)”, da Música Popular em Revista.
 
Publicado: 2019-02-18
 
Outras notícias...

v. 2 (5)


Capa da revista
Capa: "Música no ar", obra de Lauro Monteiro. Leiaute: Sheyla Diniz.