A carteira fatal – (Sobre)vivência do melodrama no interior do Brasil

Angela de Castro Reis e Reginaldo Carvalho

Resumo


Resumo: O presente artigo analisa o texto do melodrama A carteira fatal, montado nos anos 1980 por integrantes do Grupo Jovem Shalom, no município de Antônio Gonçalves, semiárido da Bahia. Apresenta características do gênero melodramático e aponta a Igreja Católica como uma das responsáveis pela sua permanência no interior do Brasil na segunda metade do século XX, lançando também uma reflexão sobre as assimetrias regionais na historiografia do teatro brasileiro.

Palavras-chave: teatro brasileiro; melodrama; A carteira fatal.


Texto completo:

PDF