Temor e poder em Harold Pinter – The Room: uma microfísica do medo

Carlos Cardoso Martins Moreira

Resumo


Resumo: Neste artigo o autor analisa The Room, primeira peça de Harold Pinter, sob a ótica de “Soberania e disciplina”, de Michel Foucault, “Alteridad y alienación sexual en la dramaturgia de Harold Pinter”, de Ignácio Ramos Gay, e discute questões apontadas por Francis Gillen em “Humanismo e vitalidade nas peças de Harold Pinter”.

Palavras-chave: Harold Pinter; Michel Foucault; Ignácio Ramos Gay; Francis Gillen.


Texto completo:

PDF