Limiares entre a dança e o teatro

Carolina de Pinho Barroso Magalhães

Resumo


O objetivo desse artigo é refletir sobre o limiar entre a dança e o teatro, dentro do contexto de hibridismo das criações atuais. Procura-se trazer como foco para a experimentação desse espaço ecótone[1] diálogos entre propostas e pensamentos de Jerzy Grotowski e de autores e processos criativos da dança, confluindo esse encontro através do criador intérprete em um trabalho sobre si.

 


[1] Ecótone é uma região de transição entre dois biomas diferentes. Nela encontram-se espécies de ambos os biomas e, portanto, uma grande biodiversidade.


Palavras-chave


Dança. Teatro. Trabalho sobre si.

Texto completo:

PDF

Referências


ARTAUD, Antonin. O Teatro e seu Duplo. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

BARBA, Eugenio; SAVARESE, Nicola. A arte secreta do ator: Dicionário de antropologia teatral. Campinas: Hucitec, 1995.

BENJAMIN Walter. Passagens. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2006.

BOCK, Wolfgang. Atenção, fuga e salvação medial: duas figuras liminares em rua de mão única, de Walter Benjamim. In: Otte Georg, Seldmayer Sabrina e Cornelsen Elcio (Orgs). Limiares e passagens em Walter Benjamin. Belo Horizonte, Editora UFMG, 2010.

BONFITTO, Matteo. O ator-compositor: as ações físicas como eixo: de Stanislávski a Barba. 2.ed. São Paulo: Perspectiva, 2006.

COHEN, Renato. Work in progress na cena contemporânea: criação, encenação e recepção. São Paulo: Perspectiva, 1998.

DIAS, L. Nietzsche, Artaud e o pós dramático: elementos de uma crise anunciada? Ensaios Filosóficos, Volume XI, Julho/2015.

FALKEMBACH, Maria Fonseca. Dramaturgia do corpo e reinvenção de linguagem: transcriação de retratos literários de Gertrude Stein na composição do corpo cênico. Dissertação de Mestrado. Florianópolis, UDESC/ CEART-Programa de Pós-Graduação em Teatro, 2005.

GAGNEBIN, Jeanne Marie. Entre a vida e a morte. In: Otte Georg, Seldmayer Sabrina e Cornelsen Elcio (Orgs). Limiares e passagens em Walter Benjamin. Belo Horizonte, Editora UFMG, 2010.

GIL, José. Movimento Total: O Corpo e a Dança. São Paulo: Iluminuras, 2005.

GREINER, Christine. O corpo artista e suas conexões indisciplinares. In: SEMINÁRIO DO PROJETO LABORATÓRIO: TEXTUALIDADES CÊNICAS CONTEMPORÂNEAS / AÇÃO ARTE EXPANDIDA. Curadoria de Fernando Mencarelli e Nina Caetano. Conferência. Teatro Francisco Nunes. Belo Horizonte: 25 de Agosto de 2006.

GARROCHO, Luiz Carlos. MENCARELLI, Fernando Antonio. Cartografias de uma improvisação física e experimental. 2007. 228 f. : il.

GROTOWSKI, Jerzy. Em busca de um teatro pobre. 4.ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1992.

HÉRCOLES, Rosa Maria. Formas de Comunicação do Corpo – Novas Cartas sobre a Dança. Tese Doutorado – Comunicação e Semiótica (PUC-SP), 2005. KATZ, Helena. O coreógrafo como DJ. In: PEREIRA, Roberto; SOTER, Silvia (Orgs.). Lições de Dança 1. Rio de Janeiro: UniverCidade, 1998.

LEHMANN, Hans-Thies. Teatro pós-dramático. Trad. Pedro Süssekind. São Paulo: Cosac & Naify, 2007.

LIMA, Carla Andréa Silva; HILDEBRANDO, Antônio. Dança-teatro a falta que baila: a tessitura dos afetos nas obras do Wuppertal Tanztheater. 2008. 132f. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, Escola de Belas Artes.

LIMA, Tatiana Motta. Habitações Provisórias. Palestra: Trabalho sobre si mesmo em Grotowski e no Workcenter: novas formas de subjetividade, novos corpos. http://vimeo.com/54158582, 2013.

MORAES, Alexander Evaristo Araújo; MENCARELLI, Fernando Antonio. Entre a precisão e espontaneidade: Grotowski e os princípios pragmáticos do trabalho do ator. 2008. 150 f. Belo Horizonte, MG. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Belas Artes.

NIETZSCHE, Friedrich. A Origem da Tragédia (ou Helenismo e Pessimismo). Trad. Jacó Guinsburg. 2.ed. São Paulo: Cia. das Letras, 1992.

PARRA, Denise Vendrami. A Dança na Contemporaneidade: o foco em dois centros de formação. Lisboa: Universidade Técnica de Lisboa, 2009.

PRIMO, Rosa. A Dança Possível: as ligações do corpo numa cena. Fortaleza: Expressão Gráfica e Editora, 2006.

QUILICI, Cassiano Sydow. O Treinamento do Ator/Performer: Repensando o “Trabalho sobre Si” a partir de Diálogos Interculturais. Revista Urdimento, no. 19, Novembro 2012.

STANISLÁVSKI, K. Etica y disciplina/Metodo de acciones fisicas (Propedéutica del actor). Seleção e notas de Edgar Ceballos. México: Grupo editorial Gaceta, 1994. TRAVI, Maria Tereza Furtado. A dança da mente: Pina Bausch e psicanálise. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


(c) Conceição | Concept., Campinas (SP) - ISSN 2317-5737.