O Funk no Brasil: música desintermediada na cibercultura

Lucina Reitenbach Viana

Resumo


O presente artigo pretende apresentar o histórico do funk brasileiro inserido na indústria fonográfica como bem cultural, propondo uma revisão das teorias a ele aplicadas, a fim de estabelecer critérios ciberculturais para a análise das relações estabelecidas entre produtores e consumidores no processo de interação desintermediada dentro das plataformas de redes sociais. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Creative Commons

URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/br/

 

Revista Sonora - ISSN 1809-1652
Grupo de pesquisa Tecnologia, Mídia, Criação Sonora e Audiovisual 
Instituto de Artes
Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)