Distanciamento brechtiano: uma proposta para o teatro e para a educação

  • Alexandra Marinho de Oliveira Centro Federal de Educação Tecnológica do Ceará
Palavras-chave: Efeito-V, Ensino médio, Bertolt Brecht.

Resumo

Esta pesquisa tem como objetivo propor uma metodologia de trabalho baseada na teoria e prática do distanciamento brechtiano composta por aulas de teatro no Ensino Médio. Para tanto, investiguei nos escritos teóricos de Bertolt Brecht e de alguns comentadores, elementos pertinentes à construção de um método de trabalho. Analisei também, à luz do processo desenvolvido com um grupo de teatro em uma escola da rede privada de Fortaleza-CE, questionários e formulários, além do registro dos processos de ensaio, montagem e apresentação do espetáculo Só Eles o Sabem. Observei os resultados dos exercícios, discuti questões teóricas ligadas ao efeito do distanciamento brechtiano e examinei as transformações pelas quais o grupo passou.

Referências

BRECHT, Bertolt. Teatro dialético. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1967.

______ . Escritos sobre teatro. Barcelona: Alba Editorial, 2004.

______ . Estudos sobre teatro. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005.

BORNHEIM, Gerd. Brecht: a estética do teatro. Rio de Janeiro: Graal, 1992.

DESGRANGES, Flávio. A pedagogia do espectador. São Paulo: Hucitec, 2003.

KOUDELA, Ingrid. Um vôo brechtiano. São Paulo: Perspectiva, 1992.

______ . Texto e jogo. São Paulo: Perspectiva, 1999.

______. Brecht na pós-modernidade. São Paulo: Perspectiva, 2001.

______. Brecht: um jogo de aprendizagem. São Paulo: Perspectiva, 2007.

PEIXOTO, Fernando. Brecht: vida e obra. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1974.

TEIXEIRA, Francimara. Prazer e crítica: o conceito de diversão no teatro de Bertolt Brecht. São Paulo: Annablume, 2003.

Publicado
2018-05-17
Seção
Pedagogia do Teatro e Teatro na Educação