A DANÇA COMO MÉTODO DE REABILITAÇÃO COMPLEMENTAR PARA PACIENTES DE AVC: ATIVIDADES DESENVOLVIDAS EM PORTO ALEGRE, RS

Aline Nogueira Haas, Silvia Susana Wolff, Isadora de Souza Maia Lima

Resumo


Este texto apresenta considerações resultantes de uma pesquisa sobre o uso da
dança como método de reabilitação complementar para pacientes de AVC de Porto
Alegre, RS. A mesma está sendo desenvolvida junto ao Curso de Licenciatura em
Dança na Escola Superior de Educação Física da Universidade Federal do Rio
Grande do Sul (ESEF/UFRGS). Participam da pesquisa 7 pacientes crônicos de
AVC que freqüentam aulas de dança uma vez por semana, com duração de 1 hora.
As atividades propostas são planejadas a partir de um pensamento somático que
direciona práticas advindas de uma série de formas e técnicas de dança, buscando
otimizar o aprendizado e o controle motor dos participantes do estudo. Os resultados
obtidos oferecem uma série de reflexões que apontam para a formatação de
estratégias e atividades educativas em dança que permitam a inclusão de pessoas
portadoras de necessidades especiais. Destaca-se ainda que esse estudo cria
oportunidades para que os alunos do Curso de Licenciatura em Dança da UFRGS
exercitem na prática as relações do ensino da dança com princípios pedagógicos
delineados nos PCN´s, principalmente o princípio da inclusão e dos temas
transversais.

Palavras-chave


Reabilitação; Dança; Educação Somática; Pacientes de AVC.

Texto completo:

PDF

Referências


BERG, K., WOOD-DAUPHINEE, S., WILLIAMS, J., MAKI, B. Measuring balance in the elderly: validation of an instrument. Canadian Journal of Public Health, jul. ago./1992. Disponível em: < http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/1468055?dopt=Abstract>. Acesso em 24 fev. 2009.

BRASIL, SECRETARIA DE EDUCAÇÃO FUNDAMENTAL. Parâmetros Curriculares

Nacionais. Brasília, MEC/SEF, 1997.

DAUDT, M.C.; DUGAS, C. Evaluation of a specific balance and coordination programme for individuals with traumatic brain injury, Brain Injury, v. 16, n. 3. p. 231-244, 2002.

HACKNEY, M. E.; KANTOROVICH, S.; EARHART, G. M. A Study on the Effects of Argentine Tango as a Form of Partnered dance for those with Parkinson Disease and the Healthy Elderly. American Journal of Dance Therapy, v.29, n.2, p.112, dez. 2007. Richard F.

MACKO, R. F.; BENVENUTI, F.; STANHOPE, S.; MACELLARI, V.; TAVIANI, A.; NESI, B., WEINRICH, M.; STUART, M. Atividade Física Adaptativa melhora função da mobilidade e qualidade de vida na Hemiparesia crônica. Journal of Rehabilitation Research & Development, v. 45, n. 2, 2008, p. 323–328.

PODSIADLO, D.; RICHARDSON, S. The timed “up & go”: a test of basic functional mobility for frail elderly persons, Journal of the American Geriatrics Society, n. 39, p.142- 148, 1991.

WOLFF, S. S. Momento de Transição: em busca de uma nova “Eu” dança. 2010. 118f. Tese (Doutorado). – Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Artes. Programa de Pós-Graduação em Artes. Campinas, 2010.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio