Arte e Ciência, Teoria e Prática e outros encontros difíceis de acontecer

Frederico Ramos Oliveira

Resumo


A comunicação discute aspectos do conhecimento em arte, recuperando
alguns fundamentos dessa questão e apresentando algumas experiências em
Etnocenologia. Considerando uma abordagem gnoseológica mais ampliada,
são polemizados os aspectos institucionais, apontando os encontros
experimentados e questionando possíveis caminhos a percorrer.

Texto completo:

PDF

Referências


ARISTÓTELES. Metafísica I. Porto Alegre: Globo, 1969.

DEMO, Pedro. Pesquisa: princípio científico e educativo. São Paulo: Cortez, 1990.

FONSECA, Maria de Jesus. A Paideia Grega Revisitada. In: Revista

Millenium, Número 9, jan. de 1998.

FREITAS, Joselaine Borgo Fernandes de. Arte é conhecimento, é

construção, é expressão. In: Revista Digital Art&. Ano III, Número 3, abr. de 2005.

MORAES, Alexander Evaristo Araújo de. Entre a precisão e espontaneidade: Grotowski e os princípios pragmáticos do trabalho do ator. (Dissertação Mestrado), Universidade Federal de Minas Gerais, Escola de Belas Artes, 2007.

NICOLESCU, B. Manifesto da transdisciplinaridade. Brasília: UNESCO,

PETERS, F. E. Termos filosóficos gregos; um léxico histórico. São Paulo,

Cultrix, 1977.

RICHARDS, Thomas. Trabajar con Grotowski sobre las acciones físicas.

Barcelona: Alba Editorial, 2005.

TAVARES, Monica. Fundamentos estéticos da arte aberta à recepção. ARS (São Paulo), São Paulo, v. 1, n. 2, dec. 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio