Repensando os paradigmas das constituintes cênicas na Era Digital

Gislaine Regina Pozzetti

Resumo


RESUMO: Este artigo é parte da tese de douramento apresentada em 2017 à PUC-SP; tem como objetivo repensar as constituintes cênicas pelo viés das tecnologias emergentes. Coloca-se, assim, a problemática que envolve  a compreensão das práticas teatrais clássicas e a hibridização com as tecnologias atuais. Utiliza-se como metodologia a análise de 08 (oito) espetáculos, a saber: Play on Earth, Jukebox 1, @.com, Ato de Comunhão, Marlowe: o judeu de Malta, Ovono, Such Tweet Sorrow e Feliz Aniversário que dialogam com os paradigmas da presença, do espectador, do ator, do cenário, do figurino e da escritura dramática. Depreende-se, assim, que a coexistência de paradigmas anteriores e paradigmas atuais – advindos das releitura ou atualização,  são essenciais às práticas que desejam representar o século XXI, entendendo que as tecnologias digitais atuais têm capacidade de transcender o pensamento axiomático, ampliando a lente que habitualmente usamos para ver, ouvir e sentir, desconstruindo-a e recompondo-a para que possamos entender a nova sociedade que se configura por meio da relação homem e máquinas.

 

 


Palavras-chave


Tecnologias digitais. Constituintes cênicas. Paradigmas.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, Rodolfo Gonçalves. Panorama da teatralidade remediada: uma reflexão a partir se Play on Earth. Dissertação no Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica, PUC-SP. Defesa em 11.Mai.2010. Disponível em: https://sapientia.pucsp.br/simple-search?location=%2F&query=ARA%C3%9AJO% 2C+ Rodolfo+Gon%C3%A7alves.+Panorama+da+teatralidade+remediada&rpp=10&sort_by=score&order=desc. Acesso em: 19 jun. 2016.

AYRES, Amanda Aguiar. Processo criativo e atuação em telepresença na formação de professores de teatro. Dissertação de Mestrado no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade de Brasília. Brasília: UNB, 2013. Disponível em: http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/13999/1/2013_AmandaAguiarAyres.PDF. Acesso em: 28 mai. 2015.

BAUMAN, Zygmunt. Modernidade Líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2012.

BERTHOLD, Margot. História Mundial do Teatro. Tradução Maria Paula v. Zurawski, J. Guinsburg, Sergio Coelho e Clávis Garcia). 4. ed. São Paulo: Perspectiva, 2008.

CARDOSO, João Batista Freitas. A cenografia virtual na televisão brasileira. 2002. Disponível em: http://www.pucsp.br/~cimid/2com/cardoso/cap1.htm. Acesso em: 13 jan 2017.

FERRARI, Pollyana. Comunicação Digital na era da participação. Editora Fi. 2016. Disponível em: https://www.editorafi.org/065pollyana. Acesso em jan de 2017.

FOLETTO, Leonardo. Efêmro Revisitado: conversas sobre teatro e cultura digital. Santa Maria/RS: Leonardo Foletto/Baixa Cultura, 2011. Também disponível em: http://culturadigital.br/teatralidadedigital/tag/teatro-para-alguem/. Acesso em: 18 jul. 2015.

HOBI, Larissa. Interface cena e tecnologia: composições cênicas mediadas. Dissertação de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas da Universidade do Rio Grande do Norte, 2013.

ISAACSSON, Marta. Cruzamentos históricos: teatro e tecnologias de imagem. ArtCultura, Uberlândia, v. 13, n. 23, jul-dez. 2011, p. 7-22. Disponível em: http://www.artcultura.inhis.ufu.br/PDF23/marta_isaacson.pdf. Acesso em 06 mai. 2015.

MURRAY, Janet H. Hamlet no holodeck: o futuro da narrativa no ciberespaço. Tradução Elissa Khoury Daher, Marcelo Fernandez Cuzziol. São Paulo: Itaú Cultural: Unesp, 2003.

PAVIS, Patrice. A encenação contemporânea: origens, tendências, perspectivas. Tradução Nanci Fernandes. 1. Reimpr. São Paulo: Perspectiva, 2013.

RANCIÈRE, Jacques. O espectador emancipado. São Paulo: WMF Martins Fontes. 2012.

ROAT, Leonardo A. As artes cênicas em um mundo de carbono e silício: perspectivas de (re)significação dos elementos cênicos constituintes na cena contemporânea a partir da incorporação da linguagem audiovisual e da hipermídia. Dissertação (mestrado Ciências da Linguagem) – Universidade do Sul de Santa Catarina, 2011. Disponível em: http://pergamum.unisul.br/pergamum/pdf/103092_Leonardo.pdf. Acesso em: 04 set. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio