Desafios da diferença: possibilidades de uma cena inclusiva a partir das relações estabelecidas entre os colaboradores no processo de criação – uma análise da estratégia de criação Cycles Repère

Marcia Berselli

Resumo


A presente investigação está inserida no campo dos estudos dos processos de criação cênica, tendo por objetivo central a identificação de princípios de base para práticas cênicas que possibilitem a interação entre artistas com e sem deficiência física. Em um recorte específico, neste escrito são apresentadas considerações a partir da análise da estratégia de criação Cycles Repère, praticada em oficinas de teatro para grupo misto, compondo a investigação empírica da pesquisa. As relações estabelecidas entre os envolvidos no processo de criação são indicadas como determinantes para a efetivação da cena inclusiva. Dessa forma, as negociações, e como os poderes são mobilizados a partir da visibilidade de aspectos fundantes do processo – decisões, encaminhamentos, espaços para saberes artesanais e não especializados – se fazem ver como premissas de uma prática cênica acessível, influenciadas pelos procedimentos de criação selecionados. Assim, em etapa de finalização da pesquisa, observa-se que reconhecer os saberes dos criadores em um grupo misto exige um olhar alargado sobre certas exigências tradicionais das práticas cênicas, tais as que indicam ao virtuosismo e à especialização.


Palavras-chave


Cena inclusiva. Pessoa com deficiência. Teatro. Dança. Processo de criação.

Texto completo:

PDF

Referências


BARONE, Luciana. Processo colaborativo: origens, procedimentos e confluências interamericanas. 20 anos de interfaces Brasil-Canadá. Organizadores: Sérgio Barbosa de Cerqueda, Lícia Soares de Souza, Ana Rosa Neves Ramos, Elmo José dos Santos. Salvador: EDUFBA: ABECAN, 2011.

BEAUCHAMP, Hélène; LARRUE, Jean-Marc. Les cycles Repère: entrevue avec Jacques Lessard, directeur artistique du Théâtre Repère. L'Annuaire théâtral: revue québécoise d’études théâtrales, Numéro 8, automne, p. 131-143, 1990.

BERSELLI, Marcia; LULKIN, Sergio A.; FERRARI, Jonas. Teatro flexível: guia para o desenvolvimento de oficinas de teatro e dança com alunos surdos. Porto Alegre: PROREXT UFRGS, 2015.

NOGUEIRA, Marcia Pompeo. Tentando definir o Teatro na Comunidade. Anais IV Reunião Científica de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas, v. 8, n. 1, 2007.

PRUD’HOMME, Chantal. Cycles Repère et handicap visuel: les rôles du facilitateur dans le contexte d’une création théâtrale. 2008. 105 f. Dissertação (Mestrado em Literatura e artes da cena e da tela) – Faculté des Lettres, Université Laval, Quebec, 2008.

SOLDEVILA, Philippe. De l’architecture au théâtre : Entretien avec Jacques Lessard. Jeu, (52), p. 31–38, 1989.

WORTH, L.; POYNOR, H. Anna Halprin. London: Routledge performance pratictioners, 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio