Da oralidade popular brasileira a uma dança teatral performativa: o corpo pós-colonial como lugar de experiência

Daniel Santos Costa, Sayonara Pereira

Resumo


Este texto apresenta reflexão teórica sobre o corpo pós-colonial em confluência com uma perspectiva de criação advinda da experiência do sujeito-criador com manifestações da oralidade popular brasileira inerentes à sua formação, tais como as Folias de Reis, a Umbanda e o Movimento dos Sem-Terra (MST). Nesse trajeto, elucidamos uma perspectiva singular de criação, onde o corpo é lugar de experiência e conhecimento, além de articular possibilidades de criação a partir da perspectiva do Tanztheater.


Palavras-chave


Corpo. Experiência. Oralidade popular brasileira. Tanztheater.

Texto completo:

PDF

Referências


BHABHA, Homi. K. O local da cultura. Belo Horizonte: Ed. UFMG, 2013.

BONFITTO, Matteo. O ator compositor: as ações físicas como eixo de Stanislavski a Barba. São Paulo: Perspectiva, 2009.

Costa, Daniel S. Encruzilhadas de uma Dança-Teatral Brasileira: f(r)icção arte-vida no processo criativo. Curitiba: Prismas, 2016.

COSTA, Daniel S. Encruzilhadas do corpo (em) processo: f(r) icção arte-vida na criação de uma dança-teatro brasileira. 261 p. Dissertação (Mestrado em Artes da Cena). Campinas: Universidade Estadual de Campinas, 2014.

CORBIN, Alain; COUTRINE, Jean-Jacques; VIGARELLO, Georges. História do corpo: as mutações do olhar. Vol. 3. Petrópolis: Vozes, 2009.

DELEUZE, Gilles e GUATTARI, Felix. Mil platôs - capitalismo e esquizofrenia, vol. 1. Rio de janeiro: Ed. 34, 2005.

DEWEY, John. Arte como experiência. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

DIÉGUEZ,Ileana. Desmontagem Cênica. Rascunhos, Uberlândia, v. 1, n. 1, p. 5-12, jan/jun. 2014 Disponível em: http://www.seer. ufu.br/index.php/rascunhos/article/view/27217/14875. Acesso em 11 jan. 2015.

DIÉGUEZ, Ileana. Des/Tejiendo Escenas. Desmontajes: procesos de investigación y creación. Cidade do México: Universidad Iberoamericana, 2009.

FABRINI, Verônica. Sul da cena, sul do Saber. Moringa: Artes do espetáculo, João Pessoa, João Pessoa, V. 4 N. 1 jan-jun/2013. Disponível em: http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/ moringa/article/view/16121. Acesso em: 11 jan. 2015.

FANON, Frantz. Os condenados da terra. Juiz de Fora: Ed. UFJF, 2005.

GERALDI, Silvia M. O lugar da teatralidade na dança contemporânea. Sala Preta (USP), v. 2, p. 13-26, 2012. Disponível em http://revistas.usp.br/salapreta/article/view/57483/60489. Acesso em 11 jan. 2014.

GERALDI, Silvia M. O estado de ser e não ser das artes performativas contemporâneas. Revista Científica/FAP, v. 3, p. 183- 197, 2008. Disponível em http://www.fap.pr.gov.br/arquivos/ File/RevistaCientifica3/18_Silvia_Geraldi.pdf. Acesso em 11 jan. 2014.

GREINER, Christine. O corpo em crise: novas pistas e o curto-circuito das representações. São Paulo: Annablume, 2010.

GREINER, Christine. Cinco questões para pensar nas danças contemporâneas brasileiras como anticorpos à categoria tradicional de “corpo brasileiro”. In: NORA, Sigrid. Humus 2. Caxias do Sul: Lorigraf, 2007.

GREINER, Christine. O corpo: pistas para estudos indisciplinares. 2a ed. São Paulo, Annablume, 2005.

LARROSA, Jorge. Tremores: escritos sobre experiência. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

LEHMANN, Hans-Thies. Teatro pós-dramático. Trad. Pedro Süssekind. São Paulo: Cosac Naify, 2007.

LEPECKI, André. Exhausting dance: Performance and the poli- tics of movement. New York: Routledge, 2006.

LOUPPE, Laurance. Poética da dança contemporânea. Lisboa (Portugal): Orfeu Negro, 2012.

MARTINS, Leda. “Oralitura da memória”. In FONSECA, M. N. S. (Org). Brasil afro-brasileiro. 2 ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2001.

MARTINS, Leda. Afrografias da Memoria. São Paulo: Perspectiva, 1997.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da Percepção. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

PEREIRA, Sayonara. Rastros do Tanztheater no processo criativo de ES-BOÇO: espetáculo cênico com alunos do Instituto de Artes da Unicamp. São Paulo: Annablume, 2010.

PEREIRA, Sayonara. Pulsações e ações da memória materializados em cena. Anais do Seminario interseções corpo e memória. Recife: UFPE, 2012. v. 1. p. 1-14, 2012.

PEREIRA, Sayonara. Corpos que esboçam memórias. Anais do Encontro Nacional de Pesquisadores em Dança (ANDA) – Dança contrações epistêmicas. Porto Alegre. São Paulo: ANDA. v. 1. p. 01-11, 2011.

PEREIRA, Sayonara. Pensando a dança dançadamente: ou como falar uma linguagem mais unânime para diferentes tribos. Memória Abrace Digital, v. 1, p. 63, 2010.

SANTOS, Boaventura. S. Epistemologias do Sul. São Paulo: Editora Cortez, 2010a.

PEREIRA, Sayonara. Um discurso sobre a ciências. São Paulo: Editora Cortez, 2010b.

SIQUEIRA, Denise S. C. Corpo, comunicação e cultura: a dança contemporânea em cena. Campinas, SP: Autores Associados, 2006.

SCHECHNER, Richard. Pontos de contato entre o pensamento antropológico e teatral. Cadernos de Campo, São Paulo, n. 20, p. 1-360, 2011. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/

cadernosdecampo/article/view/36807/39529. Acesso em: 11 jan. 2015.

SETENTA, Jussara. S. O fazer-dizer do corpo: dança e performatividade. Salvador: EDUFBA, 2008.

TAYLOR, Diana. O arquivo e o repertório: Performance e memória cultural nas Américas. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.

VIANNA, Klauss. A dança. São Paulo: Summus, 2005.

ZUMTHOR, Paul. Introdução à poesia oral. São Paulo: Hucitec, 1997.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


(c) Conceição | Concept., Campinas (SP) - ISSN 2317-5737.