Poéticas criativas na dança de Edson Claro

Marcilio de Souza Vieira

Resumo


O presente artigo investiga as poéticas criativas de Edson Claro em três de seus trabalhos coreográficos, a saber: Petrus, 1, 2, 3 para Luiz Arrieta e Amigos para sempre. Traz ainda um recorte de sua passagem por grupos e companhias de dança nas cidades de São Paulo e Natal, além de contar sobre sua vivência com a dança. A pesquisa é de natureza qualitativa descritiva e partiu do viés metodológico da análise de conteúdo.


Palavras-chave


Dança; Processos criativos; Memórias.

Texto completo:

PDF

Referências


LOUPPE, L. Poétique de ladansecontemporaine. Bruxelas: Contredanse, 1997.

MERLEAU-PONTY, M. A prosa do mundo. Tradução Paulo Neves. São Paulo: Cosac Naify, 2002.

SALLES, C. A. Gesto inacabado: processo de criação artística. 6 ed. São Paulo: Intermeios, 2013.

VIEIRA, M. de S. Persona de dança: Edson Claro – poéticas, práticas e interfaces de dança. Curitiba: Prisma Editora, 2016.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2176-9516

Fomento à pesquisa e apoio