A contracultura, entre a curtição e o experimental

Celso Favaretto - Universidade de São Paulo

Resumo


O artigo tem por objetivo demonstrar que a produção artístico-cultural brasileira dos anos 1970, longe de um suposto vazio, instaurou um processo extensivo de invenção, que incluía a reelaboração de experiências anteriores, à margem da política oficial de cultura e da indústria cultural. Desde o momento tropicalista surgiram manifestações culturais diferenciadas, alternativas, que se estenderam aos anos 1970. Essas manifestações se distinguiam daquelas da maioria dos projetos anteriores principalmente pela ênfase agora atribuída aos aspectos comportamentais, à emergência do corpo como espaço de agenciamento das atividades.


Palavras-chave


Curtição; nova sensibilidade; contracultura; marginalidade, experimentação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.24978/mod.v1i3.872

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 MODOS